Músicas sertanejas: confira essa seleção com as melhores

Se você gosta de músicas sertanejas, certamente você já está por dentro de todos os hits que fizeram sucesso em 2019, quais ainda estão em alta e, é claro, quais são as músicas sertanejas novinhas. Mas calma, clássicos são clássicos, e eles têm lugar no nosso coração, não é mesmo? Por isso, confira agora um pouquinho mais sobre as principais músicas sertanejas que estão tocando e também os clássicos que nunca saíram do podium. Vamos conferir juntos? 

1. Cem mil, Gusttavo Lima (2019)

O Gusttavo Lima vem emplacando um sucesso atrás do outro. Nessa canção, ele retrata os sentimentos confusos e conflituosos que as vezes a gente sente pela pessoa errada. Mesmo querendo evitar, o amor ainda é mais forte. O perdão acontece e os momentos incríveis do casal são reavivados. 

2. Tristeza do Jeca (1918)

Essa música foi eleita a melhor música sertaneja caipira de todos os tempos. Tristeza do Jeca foi composta por Angelino de Oliveira e foi lindamente interpretada por Tonico e Tinoco. Durante mais de um século, essa música foi regravada por uma infinidade de artistas famosos, tais como Inezita Barroso, Irmãs Galvão, Zezé de Camargo & Luciano, Chitãozinho & Xororó, Sérgio Reis e Almir Sater. Se você ainda não conhece, corre para escutar.

3. O Menino da Porteira (1973)

Um dos clássicos mais populares das músicas sertanejas caipiras; a letra de O Menino da Porteira ficou famosa nas vozes de Sérgio Reis, Tonico e Tinoco, Tião Carreiro e Pardinho, Daniel, e outros cantores sertanejos. Já foi tema de dois filmes, e ainda emociona quem a ouve.

4. Atrasadinha, Felipe Araújo e Ferrugem (2018)

Essa parceria aconteceu no final de 2018, mas o sucesso foi tamanho que ainda é considerado um dos grandes hits de 2019 e também para 2020. A canção faz um delicioso mix de sertanejo com pagode, com uma letra que relata uma paixão intensa.

5. Chico Mineiro (1958)

A moda de viola Chico Mineiro é linda e triste. Foi composta no século passado por Tonico e Francisco Ribeiro. A música foi responsável por lançar a dupla Tonico e Tinoco para a fama em nível nacional. A canção fala de uma lenda de um boiadeiro que descobre que seu melhor amigo, o Chico Mineiro, era seu irmão de sangue quando ele o rapaz é brutalmente assassinado. A melodia encanta a todos que apreciam músicas sertanejas clássicas.

6. Tijolão, Jorge & Mateus (2019)

Em um contraponto com as modas mais antigas, a dupla Jorje e Mateus conta o que a internet e a tecnologia trouxeram de mudanças nas nossas vidas. Mas, todo mundo já pensou ao menos uma vez, em largar mão de todas as vantagens modernas, pois também existem coisas ruins nesse pacote tecnológico. Se você também não quer ver certas coisas nas redes sociais, ouça essa música.

7. Pagode em Brasília (1960)

Essa animada canção foi composta por Teddy Vieira e Lourival dos Santos, fez grande sucesso nas vozes da dupla Tião Carreiro e Pardinho. A música Pagode em Brasília retrata problemas sociais atuais, mesmo tendo sido composta na década de 60.

8. Quando a bad bater, Luan Santana (2019)

Este foi um grande sucesso de 2019, mas que continua nas paradas de 2020. Na voz de Luan Santana, Quando a Bad Bater narra um momento crítico de um relacionamento que está se desfazendo. O refrão é para os apaixonados que não querem perder o seu grande amor.

9. É o Amor (1991)

Um dos maiores sucessos quando se fala em músicas sertanejas. Na década de 1990, a música É o Amor, de Zezé de Camargo & Luciano, alcançou o primeiro lugar nas rádios na época e alavancou a carreira dos irmãos. Depois desse, vieram centenas de outros hits da dupla, que estão em atividade até hoje, levando fãs por onde passam.

10. Bebaça, Marília Mendonça (2019)

A rainha das músicas sertanejas, Marília Mendonça faz sucesso com tudo que canta. Bebaça, como o próprio nome já diz, conta a história de uma bebedeira inesquecível. Na verdade, totalmente esquecida, já que a amiga bêbada não se lembra de nada, só sabe das histórias narradas por sua fiel companheira de boteco. Sim. Tudo se torna um fenômeno na voz de Marília Mendonça, que mesmo jovem já coleciona diversos hits de sucesso.

Nesta versão, Marília Mendonça conta com a participação da dupla Maiara & Maraísa.

11. Evidências (1990)

A mais pedida nas baladas de músicas sertanejas, Evidências é um sucesso carimbado. Na voz da dupla sertaneja Chitãozinho e Xororó, o grande sucesso com a música Evidências, do álbum Cowboy dos Asfalto, ganhou disco de Platina. A canção se tornou a segunda mais tocada de 1990. Entretanto, é presença garantida em festas, eventos e shows de praticamente todas as duplas sertanejas até os dias de hoje.

12. Cara Feio, Fernando & Sorocaba (2019)

Há mais de 10 anos, essa dupla emplaca um sucesso atrás do outro. Ela conta a história de um cara feio que conquista o coração da ex, por quem ele ainda guarda uma paixão. Apesar da dor de cotovelo e da sofrência, presente em quase todas as músicas sertanejas atuais, é mais um daqueles hits que o público canta em coro forte nos shows.

13. Igual ela só uma, Wesley Safadão (2019)

O famosíssimo Wesley Safadão também é fera em produzir grandes hits. O sucesso atual agora é a história de um eterno apaixonado, que faz um elogio da namorada atual e um “xô” pra tentação. Bonito né. Na vida real do cantor não é tão simples assim, não é mesmo?

14. Fio de Cabelo (1982)

Mais um dos grandes sucessos de Chitãozinho & Xororó, a dupla é considerada a pioneira do sertanejo de sucesso que caiu nas graças do país. Fio de Cabelo faz parte do álbum “Somos Apaixonados”, que vendeu mais de 1,5 milhões de cópias. Como não poderia deixar de ser, ainda está no topo das playlists do gênero.

15. Jenifer, Gabriel Diniz (2019)

Gabriel Diniz explodiu em 2019 com esse hit. Infelizmente teve sua vida interrompida por um trágico acidente. Um verdadeiro estouro em todos os cantos do país, Jenifer retrata uma discussão entre possíveis ex-namorados provocada pela foto de uma mulher no celular – a Jenifer. Eles se conheceram no Tinder e a química entre os dois rolou forte! A melodia é deliciosa e a mantém no topo das melhores músicas sertanejas até hoje.

16. Ainda ontem chorei de saudade (1988)

Mais um daqueles clássicos que você ouve em todas as festas de empresas, casamentos ou naquele bom e velho churrasco com os amigos. João Mineiro & Marciano gravaram um dos maiores clássicos da música sertaneja. Ainda Ontem Chorei de Saudade é uma composição de Moacyr Franco, sucesso de público até hoje.

17. Vou ter que superar, Matheus & Kauan (2019)

Se você gosta das músicas sertanejas mais lentas, com um ar de tristeza e o arrependimento após o fim de um relacionamento, essa é uma ótima pedida. Seja para dançar coladinho, chorar as pitangas sozinho ou apenas curtir uma boa música, a dupla tem muitos sucessos desse gênero. A música é boa, mas melhora muito com participação especial da rainha Marília Mendonça.

18. Ferida Curada, Zé Neto & Cristiano (2019)

A dupla Zé Neto e Cristiano só têm música boa! Se você gosta de ouvir músicas sertanejas que falem de sofrimento, de feridas de amor não curadas, saiba que essa aqui tem um final bem diferente. Não tem nada melhor que a sensação de uma ferida curada, não é mesmo? Resta agora é curtir a vida, já que você está livre desse sentimento que só te fez mal.

19. Bagunça minha vida, George Henrique & Rodrigo (2019)

Se você está vivendo uma paixão avassaladora, que chegou do nada e literalmente bagunçou toda a sua vida, saiba que essa pode ser a sua trilha sonora. A dupla George Henrique & Rodrigo fala nessa música sobre os desejos intensos, onde a gente só quer aproveitar o agora, porque ele é muito bom.

20. Para, Pensa e Volta, Yasmin Santos (2019)

Mais uma daquelas para deixar os olhos marejados, a canção conta com duas belas vozes, em um dueto lindo da fada Yasmin Santos e da rainha Marília Mendonça. A letra faz uma reflexão do final do relacionamento, de como é ruim sensação de estar perdido e sozinho. Sofrendo de saudades, o coração pede: “Para, pensa e volta”. Linda, não é mesmo?

21. Vontade de não prestar, João Neto & Frederico (2019)

O hit do momento é “Vontade de Não Prestar”, que faz um elogio e incentiva a solteirice. Os irmãos João Neto e Frederico estão na estrada há uns bons anos e apresentam grandes sucessos, todos os anos. Estão no auge desde 2007, com a gravação de um CD Acústico Ao Vivo.

22. Infarto, Diego & Victor Hugo (2019)

Os amigos mineiros têm um ótimo faro para compor e cantar boas músicas, não é mesmo? Com um exagero clássico dos apaixonados, os sintomas de infarto descritos na música têm uma única razão: a mulher de um metro e sessenta que entra no local. O hit está nas paradas de sucesso e não tem previsão de ir embora.

23. Casal Raiz, Xand Avião (2019)

Xand Avião deixou o Aviões do Forró para embarcar na carreira solo e emplacou o hit casal raiz. Com a identificação de muitos casais, o refrão chiclete é uma verdadeira exaltação de casais que são parceiros, que se amam, que dividem a vida sem frescuras.

24. Pedaço meu, Cleber & Cauan (2019)

Se você já teve o seu coração despedaçado alguma vez, essa música interpretada pela dupla Cleber & Cauan fala exatamente disso com louvor. Se você aprecia a boa e velha sofrência, pode ir juntando seus pedaços ao som desse hit.

25. Aperte o Play, Simone & Simaria (2019)

As irmãs Simone & Simaria estão no auge 2015, quando lançaram o DVD Bar das Coleguinhas. Agora, emplacaram esse novo hit que está tomando conta dos bares e baladas que tocam músicas sertanejas. A história fala de um encontro amoroso que deu certo até demais, fugindo um pouco do sofrimento mais cantado pela dupla.

26. Quem pegou pegou, Henrique & Juliano (2019)

Os irmãos que compõe a dupla estão fazendo um sucesso atrás do outro, desde 2013, quando emplacou sucessos como Recaídas e Não Tô Valendo Nada. Esta nova música retrata o exato momento do fim da gandaia, que ocorre com o início de um relacionamento que tem tudo para ser duradouro. Esperamos que a letra seja praticada por todos os apaixonados, não é mesmo?

Gostou da nossa lista com as principais músicas sertanejas?

Músicas sertanejas clássicas ou atuais são sempre uma ótima escolha para animar a sua festa, dançar ou mesmo curtir sozinho a melodia que, quase sempre, sempre fala se amor. Gostou da nossa seleção de hits sertanejos?